Genealogia Paulistana

Luiz Gonzaga da Silva Leme (1852-1919)

Volume I - Pág. 503 a 545


Tit. Buenos da Ribeira

(Parte 3)


Pág. 503

§ 9.º

1-9 Francisco Bueno Luiz, último f.º do Cap. 1.º

Cap. 2.º

Francisco Bueno, em 1638, f.º do castelhano Bartholomeu Bueno de Ribeira, serviu os honrosos cargos da republica em S. Paulo, e casou-se em 1630 em S. Paulo com Filippa Vaz f.ª de Francisco João Branco e de Anna de Cerqueira. Francisco João Branco foi homem nobre, natural de Setúbal, irmão do padre Antonio João Branco e de Manoel João Branco casado com Maria Leme § 4.º do Cap. 5.º do Tit. Lemes, f.ºs. de Simão João e de Filippa Vaz. Teve Francisco Bueno 2 f.ºs. que são: (1)

1-1 Anna de Cerqueira§ 1.º

1-2 Bartholomeu Bueno da Silva, o Anhanguéra§ 2.º

§ 1.º

1-1 Anna de Cerqueira foi casada com Jeronimo de Camargo f.º de Jusepe de Camargo e de Leonor Domingues. Com geração à pág. 374 deste.

§ 2.º

1-2 Bartholomeu Bueno da Silva (de alcunha: o Anhanguéra), natural de Parnaíba, foi notável sertanista. Relatando os feitos deste Bartholomeu Bueno, escreveu Azevedo Marques nos seus Apontamentos Históricos:

____________________

(1) Este Francisco Bueno, Cap. 2.º, foi capitão de uma bandeira que em 1637 estava no sertão, como se vê do inventário de Estevão Gonçalves, que fez parte dessa bandeira e que faleceu com testamento no sertão em 1637. Era Estevão Gonçalves f.º de Balthazar Gonçalves Malio, que também tomo lugar nessa bandeira, juntamente com outros companheiros que foram: Henrique da Cunha (testamenteiro do defunto), João Paes Malio, João Fernandes, Antonio Fernandes Malio, Antonio Dias Carneiro, Sebastião Mendes, Christovão Mendes, Gregorio Pereira, Manoel da Cunha Gago (escrivão nomeado para servir no inventário), Francisco de Siqueira, Antonio de Siqueira, Domingos Garcia, e Francisco da Cunha, que figuram como arrematantes ou fiadores no leilão, a que se procedeu no sertão, dos bens do dito Estevão Gonçalves. Não sabemos se faleceu o capitão Francisco Bueno no sertão ou se em povoado, só conhecemos a data do falecimento que foi 1638.

Pág. 504

"Este notável sertanista em 1682 penetrou com numerosa bandeira nos sertões do gentio Goyà, e descobriu ouro por observar que as mulheres dos índios se ornavam com folhetas daquele metal. Anteriormente a ele, porém sem resultado, diversos bandeirantes paulistas haviam explorado quase todo o sertão, hoje (1) província de Goiás e Mato Grosso, tais foram (como se vê no inventário do capitão Francisco Ribeiro de Moraes em 1665) o capitão-mór Francisco Lopes Buenavides, o capitão Francisco Ribeiro de Moraes, que faleceu na exploração, Jeronimo Bueno, f.º natural de outro (que era irmão de Amador Bueno), João Martins Heredia, Antonio Ribeiro Roxo, Antonio Fernandes Barros, Francisco Sutil Cide, João de Lara e um tal Manoel Corrêa, que se diz achara algumas oitavas de ouro, que trouxera à povoado. (Cartório 1.º de Orphãos inventário de Francisco Ribeiro de Moraes, Alencastre, - Anais da província de Goiás). Bartholomeu Bueno o Anhanguéra, nessa exploração levava em sua companhia um filho do mesmo nome, de idade de 12 anos, que voltou com seu pai a Parnaíba, tendo este apreendido e conquistado tantos índios, que com eles se poderia fazer uma vila, renunciando por essa ocasião a exploração de minas do precioso metal, mas tendo obtido a certeza de sua abundância pelo estratagema de lançar fogo a um vaso de aguardente em presença dos índios, que, aterrados, prometeram mostrar os lugares em que existia; e pelo que dai em diante o denominaram - Anhanguéra - que significa, Diabo Velho. Pedro Taques refere que este Bartholomeu Bueno tinha um olho furado ou estragado, provindo deste defeito o nome que os índios lhe puseram; mas atribui o fato da aguardente em chamas a outro paulista, também conquistados dos índios, Bento Pires Ribeiro".

Foi 1.º casado com Izabel Cardoso f.ª do capitão Domingos Leme da Silva, que foi inventariado em 1684 em Sorocaba, e de Francisca Cardoso, n. p. de Pedro Leme e de Helena do Prado, n. m. de Antonio Lourenço e de Izabel Cardoso, em Tit. Lemes Cap. 1.º § 5.º; segunda vez casou Bartholomeu Bueno em 1697 em Parnaíba com Maria de Moraes f.ª de Jeronimo (pág. 505) de Lemos e de Leonor Domingues. Tit. Moraes Cap. 2.º § 5.º. Sem geração desta 2.ª. mulher, porém, teve da 1.ª:

____________________

(1) Azevedo Marques escrevia em 1879.

Pág. 505

2-1 Francisca Cardoso que casou em 1670 em Parnaíba com Manoel Peres (sócio de seu cunhado Bartholomeu n.º 2-8 em 1722) f.º de Alonso Peres Calhamares e de Maria da Silva, à pág. 13 deste. Faleceu Francisca Cardoso em 1683 e deixou pelo seu inventário (C. O. de S. Paulo) os dois f.ºs. que descrevemos em seguida. Manoel Peres Calhamares, antes de seu cunhado Bartholomeu Bueno da Silva, o moço, já tinha penetrado os sertões de Goiás; e no rio dos Pilões tinha deixado uma tapera, onde teve roça e onde tinha descoberto, numa parede de pedra, os martírios de Cristo. Seus 2 f.ºs. foram:

3-1 Maria Bueno Calhamares casada em 1692 em Parnaíba com João da Rocha Pimentel f.º de Pedro da Rocha Pimentel e de Leonor Domingues de Camargo. Neste Tit. Cap. 5.º § 1.º 2-4.

3-2 Bartholomeu Bueno Calhamares em 1705 tirou dispensa de impedimento para casar com Izabel da Cunha Gago f.ª de Paschoal Delgado Lobo e de Marianna de Camargo, à pág. 372 deste V.

2-2 Capitão João Bueno da Silva foi casado com ...

2-3 Antonio Bueno da Silva foi casado com Bernarda Ortiz de Camargo, em 1761 em S. Paulo, f.ª de José Ortiz de Camargo e de Izabel Ribeira. Tit. Furquins Cap. único § 5.º. Teve, naturais de Juqueri, os 5 f.ºs.:

3-1 João Bueno da Silva, nobre cidadão que casou-se com Messia Ferreira Franco f.ª de João de Camargo Pimentel e de Maria Franco de Oliveira, à pág. 323 deste. Teve 7 f.ºs.: 4-1 Tenente Antonio Bueno da Silva casado 1.º em 1765 na Conceição dos Guarulhos com Gertrudes Maria f.ª de Francisco de Camargo Ortiz e de Maria da Cunha Lobo, n. p. de Francisco de Camargo Santa Maria e de Maria de Siqueira e Albuquerque, n. m. de Francisco da Cunha Lobo e de Leonor de Siqueira, à pág. 297 deste; segunda vez casou-se em Atibaia com Escholastica da Silveira Franco f.ª do 1.º capitão-mór Lucas (pág. 506) de Siqueira Franco e de Izabel da Silveira e Camargo. Sem geração desta, porém, teve da 1.ª. q. d.: 5-1 João Baptista da Silva Lobo, habilitado de genere.
Pág. 506
4-2 Braz Bueno da Silva, natural de Juqueri, que casou-se em 1783 na Conceição dos Guarulhos com Ignez de Siqueira e Moraes f.ª de Aleixo Leme de Faro e de Luiza de Santa Anna. Teve q. d.: 5-1 José Braz, batizado em 1786 em Juqueri, casado ali em 1828 com Mathilde Maria f.ª de João José e Gertrudes Maria.

5-2 João, batizado em Juqueri em 1789

5-3 Anna Jacintha casada em 1818 em Juqueri com Francisco Galvão.

4-3 Filippa Franco da Silva casou-se em Juqueri com José Rodrigues Penteado f.º de Antonio Rodrigues Penteado e de Rosa Maria da Luz. Tit. Penteados Cap. 6.º § 3.º, 2-5. Teve q. d.: 5-1 Antonio Rodrigues Penteado 4-4 João Franco Bueno casou-se com Josepha Bueno Cardoso f.ª de Salvador Cardoso de Tavora e de Catharina Bueno de Moraes, n. p. de Francisco de Camargo Pimentel e de Izabel da Silveira Cardoso, à pág. 368 deste. Teve: 5-1 Maria Bueno casada em 1797 em Atibaia com Francisco Pires de Godoy f.º de João Ortiz de Camargo e de Ursula Bueno, à pág. 304. Teve q. d.: 6-1 Anna batizada em Atibaia em 1798

6-2 Joaquim batizado em Atibaia em 1799

6-3 Antonio batizado em Atibaia em 1802

6-4 Maria batizada em Atibaia em 1804

6-5 Maria batizada em Atibaia em 1806

6-6 José Franco Bueno

5-2 Anna Bueno casou-se 1.º em 1784 em Atibaia com Francisco Xavier de Camargo f.º de Bento de Siqueira Rocha e de Anna de Moraes n. p. de José (pág. 507) de Camargo e Domingas Franco de Brito, em Tit. Siqueiras Mendonças; segunda vez casou-se em 1798 com José Corrêa da Silva, viúvo de Maria Rodrigues de Oliveira, f.º de Antonio Corrêa Marques e de Rita Gonçalves da Cunha. Tit. Pires Cap. 6.º § 4.º, n.º 2-1, 3-1, 4-1. Teve do 1.º 2 f.ºs.:
Pág. 507
6-1 Maria

6-2 José

5-3 Ignacia, f.ª de 4-4, tinha 10 anos em 1775.
4-5 Ignacia Bueno era solteira em 1782

4-6 Anna Bueno da Silva, solteira em 1782

4-7 Bernarda Franco foi casada com o capitão Felix de Almeida Lara f.º do Cap. José Pires de Almeida e de Maria de Arruda. Tit. Pires Cap. 10.o. § 10.o. n.º 2-5, 3-3, ali a geração.

3-2 Bartholomeu Bueno da Silva, f.º de 2-3, casou com Anna de Almeida Lara f.ª de Antonio Rodrigues Penteado e de Maria de Almeida Lara. Tit. Penteados Cap. 2.º § 11.º. Teve, naturais de Sorocaba: 4-1 Antonio Bueno

4-2 José Bueno

4-3 João Bueno

4-4 Amaro Bueno da Silva, natural de Paranapanema e freguês de Itapetininga, casado em 1790 em S. Roque com Maria Joaquina da Fonseca Andrews f.ª de Ignacio Pedroso de Mongellos e de Catharina da Fonseca Andrews.

4-5 Gonçalo Bueno

4-6 Maria de Almeida casou em 1761 em Sorocaba com Paschoal Delgado de Moraes, viúvo de Ignacia de Almeida Taques, f.º de Pedro de Moraes de Siqueira e de Izabel Delgado. Tit. Moraes Cap. 2.º § 5.º, 2-1, 3-5, 4-3.

4-7 Izabel Bueno casou 1.º em 1767 em Sorocaba com João Pinto da Silva, natural de Minas Gerais, f.º de Diogo Pinto Torres, (pág. 508) de Lisboa, e de Antonia da Silva de Aguiar. Já era em 1773, porque João Pinto da Silva passou a 2.ªs. núpcias nesse ano em Sorocaba.

Pág. 508
4-8 Escholastica Bueno casou em 1762 em Sorocaba com Pedro Taques Pires, natural de Itu, f.º de Paschoal Delgado de Moraes e de Ignacia de Almeida Taques. Tit. Moraes já citado.

4-9 Anna Bueno casou em 1778 em Sorocaba com Antonio Nunes de Queiroz f.º de outro e de Escholastica Leme Barbosa. Tit. Borges de Cerqueira Cap. 5.º § 6.º n.º 2-2.

3-3 Izabel Bueno da Silva casou em 1720 em Parnaíba com Manoel Dias de Abreu f.º de Estevão da Cunha de Abreu e de Messia da Silva e Castro. Com geração em Tit. Furquins Cap. único, § 1.º n.º 2-1, 3-6.

3-4 Marianna Bueno da Silva, f.ª de 2-3.

3-5 José em menoridade

2-4 Maria Pires, f.ª do § 2.º, casou em 1678 em Parnaíba com Antonio Ferraz de Araujo f.º de Manoel Ferraz de Araujo e de Veronica Dias Leite. Com geração em Lemes Cap. 5.º § 5.º n.º 2-8, 3-2.

2-5 Capitão Simão Bueno da Silva, f.º do § 2.º, casou em 1690 em Parnaíba com Catharina Pedroso f.ª de Francisco Pedroso Xavier e de Maria Cardoso. Tit. Moraes Cap. 3.º § 2.º, 2-2, 3-3. Teve:

3-1 Antonio Bueno da Silva casado 1.º em 1725 em Parnaíba com Maria de Brito f.ª de Paulo de Aguiar Lara e de Maria de Brito; 2.ª. vez em 1749 em Santo Amaro com Anna Maria de Jesus f.ª de Salvador Rodrigues da Cunha e de Ignez Pedroso. Tit. Cunhas Gagos Cap. 4.º § 1.º n.º 2-13, 3-1, 4-5. Teve q. d.:

Da 1.ª. mulher:

4-1 Paulo de Aguiar (natural das Minas Gerais) casado em 1790 em Mogi-guaçu com Maria Leme do Prado, natural das Minas Gerais, f.ª de Domingos da Silva e de Gertrudes Leme.

4-2 Maria Bueno da Silva casada em 1761 em Santo Amaro com Ignacio Francisco Xavier (pág. 509) f.º de Francisco Rodrigues Moreira e de Rosa Maria Ramos, n. p. de Paulo de Saavedra e de Anna Rodrigues (Tit. Saavedras), n. m. de Joaquim Pereira de Magalhães e de Izabel Pedroso.

Pág. 509
Da 2.ª. mulher: 4-3 Maria Bueno da Silva casada em 1770 em Santo Amaro com Manoel de Ramos Falcão f.º de Francisco Leite Santangere e de Izabel Rodrigues Ramos.

4-4 Francisco Xavier Bueno casado em 1790 em Santo Amaro com Maria dos Passos f.ª de Pantaleão Pereira de Sousa e de Maria Domingues do Ó, n. p. de João Pereira da Silva e de Anna Paes Tenorio, n. m. de Antonio Pereira das Neves e de Maria Ribeiro.

3-2 Izabel Bueno da Silva casada em 1702 em Parnaíba com Pedro Frazão de Brito, capitão-mór das minas do Ribeirão do Carmo, f.º de Manoel de Brito Nogueira e de Anna de Proença. Com geração em Tit. Taques Cap. 3.º § 8.º, 2-5.

3-3 João Pedroso Xavier casado em 1724 em Parnaíba com Ignez de Bitencor f.ª de Gaspar Nunes Sarmento e de Anna de Abreu. Teve q. d.:

4-1 Antonio Pedroso Xavier habilitado de genere.

4-2 Francisco Bueno Pedroso (natural de Parnaíba) casado em 1760 em Mogi-mirim com sua parenta Maria Bueno de Godoy f.ª de Izidoro Pinto de Godoy e de Anna Bueno da Silva, por esta, neta de 3-2 supra.

4-3 Maria Pedroso casada com Francisco Xavier de Siqueira f.º de Francisco de Siqueira Gil e de Anna Ribeiro Leite. Com geração em Tit. Dias.

3-4 Francisca Bueno Xavier casada com José Barbosa do Rego f.º de Diogo Barbosa do Rego e de Maria da Rocha Pimentel. Com geração em Martins Bonilhas Cap. 2.º § 2.º n.º 2-1, 3-1, 4-2.

3-5 Simão Bueno da Silva (o moço)

3-6 Maria Bueno da Silva, f.ª do capitão Simão Bueno n.º 2-5, casou em 1719 em Parnaíba (pág. 510) com Salvador Jorge de Moraes f.º de Balthazar de Lemos e Moraes e de Izabel Pires Monteiro. Com geração em Tit. Moraes Cap. 2.º § 5.º, n.º 2-1, 3-6, 4-3.

Pág. 510
3-7 Lourenço Bueno da Silva que foi casado com Joanna de Moraes, natural de Atibaia, f.ª de Bartholomeu Corrêa e de ... Teve q. d.: 4-1 Antonio Bueno da Silva, natural de Mogi-guaçu, casado em 1762 em S. Paulo com Helena Ribeiro. 2-6 Anna Bueno Cardoso, f.ª do § 2.º, casou em 1692 em Parnaíba com João Pedroso f.º de Francisco Pedroso Xavier e de Maria Cardoso. Com geração em Moraes Cap. 3.º § 2.º n.º 2-2, 3-5.

2-7 Luzia Bueno, f.ª do § 2.º, casou em 1693 em Parnaíba com José de Lemos e Moraes e de Marianna Domingues de Camargo. Com geração em Moraes Cap. 2.º § 5.º n.º 2-2, 3-1.

2-8 Bartholomeu Bueno da Silva (o moço), que, com 12 anos de idade, acompanhou seu pai em 1682 ao sertão de Goiás, em 1722 (40 anos mais tarde) ofereceu-se ao governador capitão-general Rodrigo Cesar de Menezes para explorar de novo aqueles sertões. Sendo aceito seu oferecimento, que era retribuído com promessas de remuneração pelo dito governador, organizou ele uma numerosa comitiva figurando como sócios: seu genro João Leite da Silva Ortiz, seu cunhado Manoel Peres Calhamares casado com a irmã n.º 2-1 supra, seu sobrinho Antonio Ferraz de Araujo f.º de outro e de Maria Pires n.º 2-4 supra, e, acompanhados de religiosos beneditinos Frei Jorge e Frei Cosme, partiram de S. Paulo em 30 de junho de 1722, levando detalhadas instruções sobre as minas que por ventura descobrissem. Depois de 3 anos de lutas no sertão contra a fome, contra os inimigos selvagens que os cercavam, mesmo contra as dificuldades do abandono por parte de alguns de seus companheiros, que desanimavam e fugiam, chegou a descobrir as paragens onde tinha estado 36 anos antes com seu pai. Voltou a S. Paulo em 1725, e, depois de dar contas de sua descoberta ao governador Menezes e demorando-se até 1726 para preparar-se, voltou (pág. 511) para o sertão em Maio desse ano com o fim de estabelecer-se nas novas minas por ele descobertas, levando em sua companhia:

Pág. 511

o padre Manoel de Oliveira Gago, Manoel Pinto Guedes, o engenheiro Manoel de Barros, seu genro João Leite da Silva Ortiz e outras pessoas notáveis; foi revestido do posto de capitão-mór regente das minas do arraial de Santa Anna (hoje termo da capital de Goiás), com jurisdição absoluta no cível e crime, e com poderes de dar sesmarias. Chegando ás minas, deu começo a povoação, que em 1739 foi elevada a categoria de vila, com o nome Vila Boa de Goiás. Bartholomeu Bueno da Silva faleceu pobre em 1740, tendo ficado no esquecimento todo o seu sacrifício pela causa publica; ele, que deu um aumento enorme de riqueza à coroa de Portugal, sacrificando na descoberta das minas toda a sua fortuna que tinha herdado de seus pais, teve de recorrer ao governador de Goiás D. Luiz de Mascarenhas, que, sob sua responsabilidade, lhe mandou dar em nome de El-Rei uma arroba de ouro das rendas do estado. Este ato do governador foi censurado, e ordenou-se a restituição dessa quantia com seqüestro dos bens do beneficiado, se por outros meios não fosse efetuada.

Em 1726, à requerimento de Bartholomeu Bueno e seu genro João Leite, tinha sido concedido pelo governador Rodrigo Cesar de Menezes, por 3 vidas, o direito de passagens nos rios, que dependessem de canoas, no caminho de seus descobrimentos e uma sesmaria em cada uma das passagens com 6 léguas de testada e outras tantas de sertão, nos rios Iguatibaya, Jaguari, Rio Pardo, Rio Grande, Rio das Velhas, Rio Parnaíba, Rio Guacurumbá, Rio da Meia Ponte, e dos Pasmados. Entretanto, apenas estabelecidas as 1.ªs. estações para cobrança desses direitos, foram nulificadas as concessões pelo governador Antonio da Silva Caldeira Pimentel, que moveu guerra contra Bartholomeu Bueno, Bartholomeu Paes de Abreu e João Leite da Silva Ortiz.

Este veio a falecer vitimado pelo veneno em 1730 em Pernambuco, quando se dirigia ao reino para representar contra os desmandos do dito Caldeira Pimentel.

Pág. 512

Foi Bartholomeu Bueno da Silva, n.º 2-6, casado com Joanna de Gusmão f.ª de Balthazar de Godoy Moreira e de Violante de Gusmão. Tit. Godoys Cap. 4.º § 5.º. Teve:

3-1 Coronel Bartholomeu Bueno da Silva, em 1776, casado 1.º com Maria Theresa Izabel Paes, em 1752 em Itu com 47 anos, viúva do capitão-mór Fernão Dias Paes, f.ª do sargento-mór de batalhas, Domingos Jorge da Silva e de Margarida de Campos Bicudo. Tit. Jorges Velhos Cap. 1.º § 2.º, n.º 2-1, 3-3. Foi este Bartholomeu Bueno coronel do regimento de cavalaria de Vila Boa de Goiás, e foi a Lisboa representar perante a corte contra as injustiças praticadas com seus pais e avós, e obteve da rainha uma carta regia datada de 1746, em que lhe restaurava os direitos de passagens por três vidas nos rios Jaguari, Atibaia, Rio Grande, Rio das Velhas, e Corumbá; e reservava as passagens dos mais rios da antiga concessão aos descendentes de João Leite da Silva Ortiz. Segunda vez casou o coronel Bartholomeu Bueno em 1767 na Meia Ponte com Maria da Encarnação f.ª de Antonio Bueno de Sousa e de Luiza Martins Bonilha. Tit. Prados Cap. 5.º § 1.º n.º 2-3, 3-8, 4-2, 5-1. Teve da 1.ª. mulher: 4-1 Bartholomeu Bueno de Campos Leme e Gusmão

4-2 José Joaquim de Gusmão

4-3 Alexandre de Gusmão

4-4 Margarida de Campos Bueno que casou com seu parente Lourenço Cardoso de Negreiros f.º do capitão Antonio Cardoso de Campos e de Quiteria Leite da Silva. Tit. Raposos Góes Cap. 3.º § 1.º.

3-2 Joanna de Gusmão, f.ª de 2-8, foi casada com o capitão Ignacio Dias Paes f.º de José Dias da Silva e de Leonor Corrêa de Abreu. Tit. Macieis Cap. 1.º § 1.º n.º 2-11, 3-4, 4-5. Ali a geração.

3-3 Izabel Bueno da Silva, f.ª de 2-8, foi casada com João Leite da Silva Ortiz, guarda-mór das minas de Goiás, f.º de Estevão Raposo Bocarro (pág. 513) e de Maria de Abreu Pedroso Leme. Com geração em Raposos Cap. 3.º § 1.º.

Pág. 513
3-4 Balthazar de Godoy Bueno de Gusmão foi guarda-mór das minas de Vila Boa e foi casado com Rita de Toledo f.ª de João Barbosa Lara e de Joanna de toledo Canto, sua 3.ª. mulher. Teve geração.

3-5 Rosa Bueno de Gusmão foi casada com Bento Paes de Oliveira em 1753 em Goiás, f.º de Francisco Paes de Oliveira d'Horta e de Marianna Paes Leme. Tit. Hortas Cap. 2.º §3.º, 2-4, 3-7.

3-6 Francisco Bueno da Silva

3-7 Leonor Bueno da Silva foi casada com Domingos Rodrigues do Prado f.º de outro de igual nome e de Violante de Siqueira. Tit. Prados Cap. 6.º § 2.º n.º 2-7, 3-3. Com geração.

3-8 Escholastica de Gusmão casada em 1726 em Parnaíba com Luiz Pedroso Furquim f.º do capitão Antonio Furquim da Luz. Tit. Furquins.

3-9 ... casada em Goiás com Francisco Rodrigues Penteado f.º de José Corrêa Penteado. Tit. Penteados Cap. 7.º § 1.º.

2-9 Izabel Cardoso, última f.ª do § 2.º, casou 1.º em 1696 em Parnaíba com Miguel Garcia Bernardes f.º de Manoel Garcia Bernardes e de Leonor Garcia, em Tit. Carrascos Cap. 8.º § 1.º; 2.ª. vez casou em 1702 em Parnaíba com Pantaleão Pedroso f.º de outro do mesmo nome e de Maria Rodrigues. Com geração em Moraes Cap. 3.º § 2.º n.º 2-1, 3-1, 4-1.

Cap. 3.º

Bartholomeu Bueno de Ribeira (o moço) casou 1.º com Agostinha Rodrigues f.ª de Garcia Rodrigues Velho e de Catharina Dias; 2.ª. vez em 1631 em S. Paulo com Marianna de Camargo f.ª de Jusepe de Camargo e de Leonor Domingues. Com geração neste à pág. 387.

Cap. 4.º

Jeronimo Bueno foi da governança de S. Paulo e penetrou o sertão no posto de capitão-mór da tropa em 1644, (pág. 514) com o fim de conquistar índios bravios no Rio Paraguai, domínio de Castela, e ali pereceu com toda sua tropa ás mãos dos inimigos. Foi casado com Clara Parente f.ª de Manoel Preto e de Agueda Rodrigues. Tit. Pretos Cap. 4.º. Teve 5 f.ºs.:

Pág. 514

1-1 Maria Bueno§ 1.º

1-2 Bartholomeu Bueno§ 2.º

1-3 Jeronimo Bueno§ 3.º

1-4 Izabel de Ribeira§ 4.º

1-5 Messia Bueno de Ribeira§ 5.º

§ 1.º

1-1 Maria Bueno casou em 1642 em S. Paulo com Lourenço de Siqueira de Mendonça, em 1665, f.º de Lourenço de Siqueira e de Margarida Rodrigues. Com geração em Siqueiras Mendonças Cap. 1.º § 4.º.

§ 2.º

1-2 Bartholomeu Bueno

§ 3.º

1-3 Jeronimo Bueno (o pé de pau, por ter uma perna de pau) solteiro em 1693.

§ 4.º

1-4 Izabel de Ribeira foi casada com José Ortiz de Camargo f.º de Claudio Furquim Francez e de sua 3.ª. mulher Anna Maria de Camargo. Com geração em Furquins Cap. único § 5.º.

§5.º

1-5 Messia Bueno de Ribeira, solteira.
 
 

Cap. 5.º

Maria de Ribeira, f.ª do tronco, foi casada com João Ferreira Pimentel de Tavora, em 1625, natural da vila de Alverca, comarca de Torres Vedras, f.º de Vicente da Rocha Pimentel e de Messia Ferreira de Tavora. À pedido (pág. 515) do f.º Pedro da Rocha Pimentel, § 1.º, se processou em Lisboa e provou-se num instrumento - de puritate et nobilitata probanda - que João Ferreira Pimentel de Tavora era de qualificada nobreza por si, seus pais e avós paternos e maternos, os quais tratavam-se com criados, cavalos, armas, etc. Este instrumento está junto ao auto de justificação - de nobiliate et puirificate sanguinis - que fez Messia Ferreira Pimentel de Tavora, §2.º adiante, e obteve sentença pela qual foi julgada filha legitima, por ser irmã direita do dito Pedro da Rocha Pimentel.

João Ferreira Pimentel de Tavora ocupou os honrosos cargos do governo em S. Paulo, com grande respeito, estimação e autoridade. Teve os 2 f.ºs.:

Pág. 515

1-1 Pedro da Rocha Pimentel§ 1.º

1-2 Messia Ferreira Pimentel de Tavora§ 2.º

§ 1.º

1-1 Pedro da Rocha Pimentel casou em 1663 em S. Paulo com Leonor Domingues de Camargo f.ª de Claudio Furquim Francez e de sua 3.ª. mulher Anna Maria de Camargo. Tit. Furquins Cap. único § 6.º. Faleceu Pedro da Rocha em 1699 com testamento e teve (C. O. S. Paulo) 10 f.ºs.:

2-1 Coronel Antonio da Rocha Pimentel

2-2 Capitão Bartholomeu da Rocha Pimentel

2-3 Capitão Jeronimo da Rocha Pimentel

2-4 João da Rocha Pimentel

2-5 Pedro faleceu sem geração

2-6 João faleceu sem geração

2-7 Vicente faleceu sem geração

2-8 Maria de Ribeira

2-9 Anna Maria

2-10 Messia

2-1 Coronel Antonio da Rocha Pimentel, natural de S. Paulo, faleceu nas minas em 1705 e foi inventariado muito mais tarde em 1725; foi casado com Catharina Franco do Prado f.ª do capitão Lourenço Franco Viegas e de Izabel da Costa Santa Maria. Tit. Lemes Cap. 1.º § 9.º n.º 2-1, 3-1. Esta Catharina Franco, viúva de 2-1, casou 2.ª vez com o capitão Ignacio de Siqueira Ferrão, de quem deixou o f.º único, que foi o 1.º capitão-mór de Atibaia Lucas de Siqueira Franco, (pág. 516) em Tit. Pires Cap. 7.º § 3.º n.º 2-1, 3-4, 4-1, 5-1. O coronel Antonio da Rocha Pimentel deixou as 5 f.ªs. seguintes:

Pág. 516

3-1 Maria da Rocha Pimentel que casou com o capitão Simplicio Pedroso Xavier f.º de Francisco Pedroso Xavier e de Maria Cardoso. Com geração em Tit. Moraes Cap. 3.º § 2.º, 2-2, 3-6. Faleceu Maria da Rocha em 1764 em Mogi-guaçu com 70 anos.

3-2 Joanna do Prado foi casada em S. João de Atibaia com Antonio Paes das Neves, em 1736, f.º de João das Neves Pires e de Catharina do Prado. Com geração em Tit. Pires Cap. 6.º § 2.º n.º 2-1, 3-2.

3-3 Leonor Domingues foi casada com o capitão Francisco Bueno de Camargo f.º de ... Cathamares e de Lucrecia Bueno de Camargo. Com geração à pág. 416 deste.

3-4 Marianna do Prado foi casada com o capitão Simão Bueno da Silva (não sabemos si é o velho n.º 2-5, viúvo de Catharina Pedroso, ou si é o f.º do mesmo nome, o n.º 3-5 de 2-5).

3-5 Escholastica era solteira ao tempo do inventário de seu pai.

2-2 Capitão Bartholomeu da Rocha Pimentel, foi morador em Atibaia, casado em 1691 em S. Paulo com sua parenta Ursula Franco de Oliveira f.ª de João Franco Viegas e de Bernarda Luiz de Oliveira, à pág. 436 deste. Foi inventariado em S. Paulo em 1751 juntamente com sua mulher; porém, o capitão Bartholomeu faleceu muito antes. Teve naturais de Atibaia: 3-1 Lourenço Franco da Rocha, morador em Parnaíba, onde faleceu em 1771 com 58 anos, e ali casou em 1739 com Francisca Margarida Pedroso f.ª de Gaspar Vaz da Cunha e de Maria Pedroso, n. p. de João Rodrigues Lopes e de Francisca Cardoso, em Tit. Rodrigues Lopes Cap. 3.º § 1.º, 2-1; n. m. de Pantaleão Pedroso e de Izabel Cardoso, em Tit. Moraes. Teve naturais de Parnaíba: 4-1 Maria Cardoso de Oliveira casada nessa vila em 1765 com Francisco da Silveira Franco que foi capitão-mór de Atibaia, f.º do 1.º capitão-mór Lucas de Siqueira Franco e de Izabel da Silveira e Camargo. Com grande geração em (pág. 517) Tit. Pires Cap. 7.º § 3.º n.º 2-1, 3-4, 4-1, 5-1, 6-4. São teravós do autor desta obra.
Pág. 517
4-2 Gertrudes Francisca Pedroso casou em 1775 em Parnaíba com Joaquim de Siqueira Franco, irmão de Francisco da Silveira do n.º 4-1 supra. Com geração em Pires supra citado.

4-3 Maria Franco, em 1779 em Parnaíba, ali casou em 1766 com Antonio Alves Feyo, em 1799 em S. Paulo, f.º de José Manoel Teixeira Feyo e de Gertrudes Pedroso de Barros. Com geração em Tit. Pedroso Barros Cap. 2.º § 1.º n.º 2-11, 3-1.

4-4 Ursula Franco de Oliveira casou-se em 1767 em Parnaíba com José Leme de Oliveira f.º de Antonio Leme de Alvarenga e de Domingas de Lima. Tit. Alvarengas. Sem geração.

4-5 Maria Joaquina Pedroso casou-se em 1775 em Parnaíba com Jeronimo de Godoy Moreira f.º do tenente José de Godoy Moreira e de Izabel Cardoso. Com geração em Tit. Godoys.

4-6 Bartholomeu da Rocha Franco casou em 1783 em Parnaíba com Senhorinha Antonia da Silva Serra f.ª de Antonio da Silva Serra. Sem geração.

4-7 João Franco da Rocha casou-se em 1783 em Parnaíba com Anna Francisca de Andrade, irmã inteira de Senhorinha do n.º 4-6.

4-8 Daniel da Rocha Franco, solteiro em 1784 em Santos, deixou um f.º natural:

5-1 Joaquim 4-9 Ignacia Bueno Franco casou-se em 1785 em Parnaíba com Francisco Antonio de Andrade f.º de Antonio Francisco de Andrade e de Rita Antonia da Silva Serra. Com geração em Tit. Cubas Cap. 1.º.

4-10 Anna Franco Cardoso casou-se em 1785 em Parnaíba com João Francisco de Andrade, irmão de Francisco Antonio de Andrade do n.º precedente. Com geração em Tit. Cubas.

3-2 Ignacio da Rocha Pimentel, ausente em Goiás em 1751, foi casado com ... f.ª de Estanisláu Cardoso de Campos e de Anna de Moraes (de Santos Amaro) (pág. 518) n. m. de Balthazar de Borba Gatto e de Leonor de Lemos e Moraes, à pág. 102 deste V.
Pág. 518
3-3 Capitão Antonio da Rocha Pimentel casou-se com Apollonia Maria do Pilar e Vasconcellos f.ª de Bento de Siqueira Pedroso e de Maria Machado de Vasconcellos; foram morados em Atibaia. Sem geração.

3-4 José Ortiz da Rocha, falecido em 1757, foi casado com Escholastica Bueno de Lima f.ª de José Barbosa de Lima e de Catharina Bueno de Miranda (de S. Paulo), n. p. de Gaspar João Barreto e de Maria Barbosa de Lima, n. m. de Amador Bueno da Veiga e de Martha de Miranda. Teve (C. P. de S. Paulo) 4 f.ºs. que são:

4-1 Maria Josepha Ortiz que casou em 1774 em S. Paulo com Euzebio Furquim f.º de Simplicio Pedroso e de Maria Nunes. Com uma f.ª em Tit. Furquins.

4-2 Catharina Franco da Rocha, em 1823 com testamento em Mogi das Cruzes, casou-se em 1791 em S. Paulo com o capitão Antonio Pimenta de Abreu f.º do capitão-mór João Pimenta de Abreu e de Escholastica de Camargo. Tit. Godoys. Sem geração.

4-3 Escholastica Bueno de Lima casou-se em S. Paulo com o capitão João Leite Penteado f.º de Francisco Rodrigues Penteado e de Thomasia de Almeida Lara. Com geração em Tit. Penteados.

4-4 Sargento-mór Bento Ortiz de Lima faleceu em 1790 em Mogi das Cruzes e ali casou-se em 1784 com Anna Maria de Camargo f.ª do sargento-mór João Pimenta de Abreu e de Escholastica de Camargo, por esta, neta de Francisco de Camargo Ortiz e de Maria da Cunha Lobo. Tit. Godoys Cap. 2.º § 10.o. n.º 2-8. Teve 2 f.ªs.:

5-1 Gertrudes Maria casada em 1809 em Mogi das Cruzes com o ajudante Manoel Lopes Cardoso Chaves, viúvo de Anna Joaquina.

5-2 Maria Ignacia na infância.

4-5 Josepha Maria Ortiz, f.ª de 3-4, casou com o alferes Antonio Pires Penteado. Sem geração.

4-6 Capitão José Barbosa Ortiz casou em 1782 em Mogi das Cruzes com Angela de Mello f.ª de (pág. 519) Manoel de Mello, natural de Portugal, e de Maria de Araujo, Tit. Godoys Cap. 2.º § 12.º n.º 2-8, 3-1, 4-7. Teve:

Pág. 519

5-1 Padre João Barbosa de Mello

5-2 Anna Maria Ortiz casada 1.º em 1799 em Mogi das Cruzes com o capitão Antonio Mariano Franco f.º de Gonçalo Moreira de Carvalho e de Anna Gertrudes Franco, em Tit. Lemes Cap. 1.º § 9.º n.º 2-1, 3-1, 4-3, 5-4, 6-4, 7-1; 2.ª. vez em 1811 na mesma vila com o alferes Francisco Alvares Pereira, viúvo de 5-3 seguinte. Sem geração.

5-3 Gertrudes Maria Barbosa casou em 1809 em Mogi supra com o alferes Francisco Alvares Pereira f.º de Mathias Pereira e de Theresa Maria de Jesus, por esta, neto de Bernardo José de Jesus e de Maria de Jesus, de Portugal.

5-4 Capitão Manoel Barbosa de Mello casado em 1825 em Mogi supra com Maria Prudenciana Franco f.ª do capitão Mariano Franco de Camargo. Tit. Lemes.

5-5 Joaquim Barbosa de Mello casado em 1817 na vila supra com Anna Gertrudes de Araujo f.ª do tenente Manoel Gonçalves Batalha e de Maria do Monte Carmello.

4-7 Capitão João Franco da Rocha, f.º de 3-4, casou com Maria da Cruz e teve: 5-1 Antonio José Franco casado com sua prima Anna Francisca Ortiz n.º 5-9 de 4-8 abaixo. Sem geração.

5-2 Catharina Franco que foi casada com o major José Rodrigues da Silva Menezes. Teve (por informações):

6-1 Flóra Augusta solteira

6-2 Ignacia Eufrosina de Camargo casou com Francisco Ignacio de Camargo. Teve:

7-1 Francisca casada com Luiz Lobo, em Santa Izabel.

7-2 Arlindo casado

7-3 Elisa Flaquer casada com o dr. em medicina José Luiz Flaquer, que foi deputado federal, e é no presente deputado estadual e chefe político em S. Bernardo. Com geração.

Pág. 520
7-4 Maria da Gloria, solteira 6-3 José Rodrigues da Rocha Menezes casado com Ignez ... Sem geração.

6-4 Umbellina da Rocha, já , foi casada com o major Francisco Antonio de Borba. Teve:

7-1 Alberto Menezes da Rocha, solteiro

7-2 Catharina, em menoridade

6-5 Gabriella Emilia de Menezes, professora aposentada, solteira.

6-6 Bento da Silva Menezes, solteiro

6-7 Escholastica de Menezes, viúva de Luiz Filippe Gomes Carneiro. Com geração.

6-8 Francisca, solteira

6-9 Amelia de Menezes Peak, viúva do tenente-coronel Thomaz Peak, natural de Inglaterra, naturalizado brasileiro, que foi por muitos anos chefe da estação de Jundiaí da S. P. Ry. C.o.. Tem os seguintes f.ºs.:

7-1 Amelia Sophia de Menezes Peak solteira em 1903

7-2 Cesaria casada com Avelino Carneiro Braga. Com geração.

7-3 Thomaz Peak Junior casado com Maria f.ª de José Venancio Ferreira.

7-4 Roberto Peak, solteiro

7-5 Carolina casada com Benedicto Rodrigues dos Santos.

7-6 Helena casada em 1903 com Francisco Silveira, viúvo de Christina, o qual neste ano de 1903 é gerente dos armazéns da casa Prado, Chaves & C.o., em S. Paulo. Com geração.

7-7 João Peak, menor

6-10 João da Rocha Menezes casado com Faustina Bueno f.ª de Antonio Bueno de Camargo. Tem: 7-1 João da Rocha de Menezes
5-3 Gertrudes em menoridade
Pág. 521
4-8 Tenente Francisco Barbosa Ortiz, em 1792 em S. Paulo, foi casado com Maria Joaquina da Conceição f.ª de Manoel Rodrigues de Godoy e de Anna Maria de Camargo. Tit. Godoys Cap. 2.º § 10.o., 2-6, 3-2, 4-3. Teve: 5-1 Capitão João José Barbosa Ortiz que faleceu em S. Paulo e deixou os 2 f.ºs.: 6-1 Maria Joanna Ortiz Monteiro, residente em S. Paulo em 1903, no estado de viúva de José Antonio de Oliveira Monteiro, natural de Portugal, um dos três irmãos que foram negociantes de fazendas muito conhecidos em S. Paulo na Travessa da Sé. Teve f.º único: 7-1 Raul Ortiz Monteiro, bacharel em direito, condecorado com o titulo de camareiro de capa e espada de S. S. Leão XIII; casou em 24 de Janeiro de 1903 em S. Paulo com Maria Adelaide Leme f.ª do autor desta obra, Luiz Gonzaga da Silva Leme, bacharel em direito e engenheiro civil, e de Maria Fausta Macedo Leme. Tit. Lemes Cap. 5.º § 5.º, 2-8, 3-2. 6-2 Gabriel Barbosa Ortiz casado com Lucrecia de Araujo Ribeiro f.ª do dr. Raphael de Araujo Ribeiro, reside em S. Paulo e tem f.ºs. menores em 1903. 5-2 Capitão Domingos Manoel Barbosa que foi morador em Juqueri, onde foi casado e deixou geração.

5-3 Antonio Joaquim Ortiz, natural de S. Bernardo, casou com Anna Claudina, natural de Jacareí, f.ª de Joaquim José Bittencourt. Teve 11 f.ºs. (por informações):

6-1 Francisca, já

6-2 Evarista

6-3 Escholastica Ortiz viúva de João Baptista de Andrade. Com duas f.ªs.:

7-1 Alzira de Andrade Pontes casada com Martim Francisco Pontes. Com uma f.ª menor.
Pág. 522
7-2 Eulalia Ortiz da Silva casada com Abilio Silva. Com uma f.ª menor. 6-4 Theresa

6-5 Bento

6-6 Tenente-coronel Antonio Joaquim Ortiz, fazendeiro, casado com Maria Candida de Toledo Ortiz. Teve 3 f.ºs.:

7-1 Vitalina Ortiz de Andrade casada com Alexandre Magno de Andrade, natural de Santa Catharina. Teve: 8-1 Philomena

8-2 Maria

8-3 Zinadali

8-4 Dinorah

7-2 Benedicto Ortiz de Camargo casado com Estephania Nogueira Ortiz, natural de Minas Gerais, f.ª de Antonio Bernardino Nogueira e de Maria Gabriella Nogueira. Teve: 8-1 Canuto

8-2 Odilon

7-3 Aprigio Ortiz de Camargo

6-7 Major Joaquim Antonio Ortiz, fazendeiro no Norte (Redenção) casado com sua prima Theodora Ortiz Monteiro f.ª do capitão José Ortiz da Rocha n.º 5-5 adiante.

6-8 João

6-9 José

6-10 Francisco,

6-11 Gabriel Ortiz, professor em S. Paulo, casado com Julia Galvão f.ª de Julio Mariano Galvão de Moura Lacerda. Tit. Freitas. Teve:

7-1 Maria José Lacerda Ortiz

7-2 Herminia Hilda Ortiz Teixeira casada com Jayme Teixeira, cirurgião dentista. Com geração.

7-3 Benedicto Lacerda Ortiz

7-4 Julia Lacerda Ortiz

7-5 Gabriel Lacerda Ortiz

7-6 Philomena Lacerda Ortiz

7-7 Adamastor Lacerda Ortiz

Pág. 523
7-8 Orphila Lacerda Ortiz

7-9 Irene Lacerda Ortiz

7-10 Ruben Lacerda Ortiz

6-12 Olegario Ortiz
5-4 Francisco Barbosa Ortiz, natural de S. Bernardo, passou a residir em Cachoeira (Norte de S. Paulo) onde casou e deixou f.ºs. entre os quais: 6-1 Bento Barbosa Ortiz, que reside em S. Paulo em 1903, no estado de viúvo de Francisca Ortiz. Tem f.ª única: 7-1 Eliziaria Ortiz casada com o dr. Marcellino Pope, formado em direito. Com f.ºs. menores. 5-5 Capitão José Ortiz da Rocha, natural de S. Bernardo, casou 1.º com Joaquina Bittencourt f.ª de Joaquim Bittencourt, e 2.ª. vez com Maria José f.ª de Francisco Alves Monteiro, naturais de Taubaté. Sem geração da 1.ª., porém, teve da 2.ª., 6 f.ºs.: 6-1 José,

6-2 Theodora Ortiz Monteiro casada com seu primo irmão o major Joaquim Antonio Ortiz n.º 6-7 de 5-3.

6-3 Maria Antonia,

6-4 Amelia

6-5 João Ortiz Monteiro, engenheiro civil, lente na escola politécnica do Rio de Janeiro.

6-6 Gabriel Ortiz Monteiro, casado.

5-6 Escholastica Joaquina Ortiz faleceu em 1862.

5-7 Catharina Maria Ortiz, solteira.

5-8 Capitão Bento Barbosa Ortiz faleceu com testamento deixando a f.ª única:

6-1 Alexandrina Ortiz que casou com Francisco Mariano Galvão Bueno, que foi morador no Amparo, f.º de outro de igual nome e de Maria Eufrosina da Cruz Almada. Tit. Furtados Cap. 4.º § 4.º, 2-6, 3-1. Com geração. 5-9 Anna Francisca Ortiz, em 1841, foi casada com seu primo Antonio José Franco f.º de 4-7 retro. Sem geração.
Pág. 524
5-10 Americo 4-9 Gertrudes Maria Ortiz, f.ª de 3-4, faleceu solteira em 1806.

4-10 Anna Maria Ortiz casou em 1780 em S. Paulo com Feliciano Duarte Lobo, viúvo de Rosa Maria Coelho. Com geração em Cunhas Gagos Cap. 4.º § 1.º, 2-9, 3-5.

4-11 Helena

4-12 Martinho

4-13 Francisca Maria Ortiz, última f.ª de 3-4, casou em 1788 em S. Paulo com o capitão Bento Pimenta de Abreu, f.º do capitão-mór João Pimenta de Abreu e de Escholastica de Camargo. Com geração em Tit. Godoys Cap. 2.º § 12.º, 2-8, 3-2, 4-2.

3-5 Capitão Francisco Bueno da Rocha, f.º de 2-2, casou com Archangela Ortiz de Camargo f.ª de Estevão Ortiz de Camargo e de Maria Cardoso. Tit. Furquins Cap. único § 5.º, 2-1, 3-5. Faleceu Archangela Ortiz em 1785 em S. Paulo com 70 e tantos anos, e teve: 4-1 Anna Bueno, em 1809 em Jundiaí, casou em 1763 em S. Paulo com José Simão de Oliveira f.º de Alberto de Oliveira Lima e de Helena do Prado da Silva. Tit. Cubas Cap. 3.º § 1.º, 2-1, 3-4, 4-1, 5-3, 6-1, ali a geração.

4-2 Maria Franco Bueno casada em 1760 em S. Paulo com Francisco Xavier Pedroso f.º de Estanisláu Furquim Pedroso e de Anna de Campos. Com geração em Tit. Furquins.

4-3 Francisco Xavier Bueno, f.º de 3-5, casou 1.º em 1771 em Santo Amaro com Gertrudes Blanco Machado f.ª do capitão Antonio Blanco Ribeiro e de Angela Machado de Moraes, em Tit. Dias Cap. 1.º § 3.º, 2-1, 3-4, 4-2; 2.ª. vez casou com Anna Joaquina de Oliveira f.ª de João Simões Vieira e de Maria Franco de Moraes, na descendência de 3-7 adiante. Teve q. d. da 1.ª. mulher:

5-1 Ursula Candida que casou com Bernardino José Leite Penteado f.º do capitão Lucas da Silveira Franco e de Maria Rodrigues Penteado. Com geração em Pires Cap. 7.º § 3.º.
Pág. 525
5-2 Rosa Maria Branco casou com seu primo Joaquim Franco Penteado f.º de Estevão Ortiz n.º 4-5 adiante. 4-4 Gertrudes da Rocha faleceu solteira

4-5 Estevão Ortiz da Rocha, f.º de 3-5, casou 1.º em 1767 em Parnaíba com Maria Leite de Barros f.ª de Antonio Rodrigues Penteado e de Rosa Maria da Luz do Prado, em Tit. Penteados Cap. 6.º § 3.º, 2-12; 2.ª. vez casou em 1791 em S. Paulo com Barbara Maria f.ª de Caetano Dias Teixeira e de Agueda Alves de Siqueira. Tit. Siqueiras Mendonças Cap. 1.º § 2.º, 2-4, 3-2. Teve q. d. da 1.ª. mulher:

5-1 Justiniano Ortiz Leite que casou em 1797 em S. Paulo com Ignacia Maria filha de Domingos Teixeira de Moraes e de Anna Francisca, que foram moradores na freguesia do Ó, S. Paulo. Tit. Alvarengas Cap. 5.º § 2.º, 2-4, 3-1. Teve q. d.: 6-1 Ignacio Franco Penteado casado em 1820 em Atibaia com Maria Rosa Penteado f.ª de Antonio Luiz Leite Penteado e de Anna Francisca Franco. Tit. Pires Cap. 7.º § 3.º, 2-1, 3-4, 4-1, 5-1, 6-5. Teve, pelo seu inventário em 1834 em Atibaia, 3 f.ºs.: 7-1 João

7-2 Rita

7-3 Anna

5-2 José Corrêa Franco, f.º de 4-5, solteiro com 24 anos em 1799.

5-3 Francisco Bueno da Rocha casou em 1789 em Atibaia com Gertrudes Cardoso de Oliveira f.ª de Antonio de Sousa de Moraes e de Rita Cardoso de Oliveira. Tit. Freitas Cap. 6.º §3.º.

5-4 Joaquim Franco Penteado casado com sua parenta Rosa Maria Branco f.ª de 4-3 retro. Foram pais de:

6-1 Bernardina Maria do Carmo casada com Francisco Bueno de Moraes, f.º de Reginaldo Rodrigues da Costa e de Maria Joaquina de Moraes.
Pág. 526
5-5 Antonio Franco Penteado que casou em 1795 com Maria Izabel da Cunha, viúva de José Rodrigues Padilha, f.ª de Lourenço Franco de Camargo, neste à pág. 339. Sem geração.

5-6 Archangela Rosa Leite casou em 1788 em S. Paulo com Lourenço Pedroso de Moraes, natural da freguesia de Jaguari (Bragança mais tarde), f.º de Antonio de Sousa de Moraes e de sua 1.ª. mulher Rita Cardoso de Oliveira. Com geração em Tit. Freitas Cap. 6.º § 3.º.

5-7 Pedro Ortiz Penteado, f.º de 4-5 e 1.ª. mulher, casou em 1801 em S. Roque com Gertrudes de Almeida Arruda. Tit. Taques Cap. 3.º § 1.º n.º 2-1, 3-1, 4-3. Teve q. d.:

6-1 Maria Magdalena Penteado casada em 1830 em S. Roque com José da Rosa Soares f.º de Manoel Soares do Rego e de Rosa Maria, do Rio de Janeiro.

6-2 Anna Luiza casada em 1830 em S. Roque com Jacintho Soares de Pugas, natural do Rio de Janeiro, f.º de Francisco Soares de Pugas e de Gertrudes Marin.

6-3 José Ortiz Penteado casado em 1830 em S. Roque com Alda Brandina f.ª do capitão José Corrêa da Fonseca e de Barbara Paes de Barros. Tit. Borges de Cerqueira Cap. 5.º §9.º n.º 2-2, 3-4, 4-6, 5-1.

Da 2.ª. mulher teve o n.º 4-5: 5-8 Padre Francisco Ortiz de Siqueira, em 1846 em Campinas. 4-6 Bartholomeu Bueno da Rocha, f.º de 3-5, casou em1786 em S. Paulo com Escholastica Maria de Oliveira f.ª de Raphael Simões Vieira e de Emerenciana Rodrigues de Oliveira. Tit. Cunhas Gagos Cap. 4.º § 1.º n.º 2-8, 3-2, 4-1. Teve: 5-1 Francisca de Paula Oliveira casada com Jacintho José de Santa Anna f.º de Vicente Ferreira da Silva e de Angelia Maria do Sacramento.
Pág. 527
5-2 Maria Joaquina de Oliveira casada com Francisco José de Moraes f.º de João Pinto Guedes e de Ignacia Vieira da Silva. Com geração em Tit. Moraes Cap. 2.º § 5.º n.º 2-1, 3-1, 4-5.

5-3 Joaquina Maria de Oliveira foi casada com Antonio José Mendes. Foram pais de:

6-1 José Antonio de Oliveira Mendes, viúvo, residente em S. Paulo. Sem geração.

6-2 Jesuino Mendes

6-3 Joaquim Mendes, já , foi casado e deixou f.ºs..

6-4 Antonio Mendes, solteiro

6-5 Umbellina

6-6 Florisbella

5-4 Anna Bernardina de Oliveira casou com Francisco José Barbosa e deixou geração na freguesia do Ó.

5-5 Gertrudes Maria de Oliveira solteira

5-6 Maria Francisca de Oliveira foi casada com Manoel Francisco de Vasconcellos f.º de Alexandre Francisco de Vasconcellos e de Theresa de Jesus. Com geração em Tit. Macieis Cap. 2.º § 7.º n.º 2-2, 3-5, 4-1, 5-6, 6-3.

4-7 Ursula Franco de Oliveira, f.ª de 3-5, casou em 1762 em S. Paulo com o guarda-mór Pedro Nunes de Siqueira f.º de Antonio Baptista da Silva e de Margarida Villela de Oliveira. Tit. Gayas Cap. 3.º § 1.º. Teve: 5-1 Maria do Pilar Franco casada 1.º com o guarda-mór Fructuoso Furquim de Campos, viúvo de Apollonia Maria do Pilar e Vasconcellos, f.º de Estanisláu Furquim Pedroso e de Anna de Campos, em Tit. Furquins, sem geração; 2.ª. vez casou com o capitão João Gonçalves de Oliveira. Teve deste 2.º, 3 f.ºs.: 6-1 Escholastica Maria de Oliveira casou com o alferes João Francisco Gonçalves. Sem geração.

6-2 Capitão José Gonçalves de Oliveira, já , que casou em Nazareth com Maria Lourença Duarte Passos f.ª do capitão Luiz (pág. 528) Antonio Gonçalves e de Catharina de Almeida. Tit. Pires Cap. 7.º § 3.º n.º 2-1, 3-5, 4-4, 5-2, 6-1. Teve os 11 f.ºs.:

Pág. 528
7-1 João Gonçalves de Oliveira, já , foi casado com Maria Theresa do Monte Carmello f.ª do tenente Jeremias Alvares de Almeida Ramos e da 1.ª. mulher Catharina Gonçalves. Tit. Alvarengas Cap. 4.º § único n.º 2-8, 3-3, 4-6, 5-4, 6-2. Teve 7 f.ºs.: 8-1 Padre Sergio Gonçalves

8-2 Luiz Gonçalves de Oliveira, já , foi casado, e teve geração.

8-3 José Gonçalves de Oliveira Sobrinho casado com sua prima Gertrudes Maria Gonçalves f.ª de 6-3 adiante. Com geração.

8-4 Francisco Gonçalves de Oliveira, solteiro

8-5 Benedicto Gonçalves de Oliveira, solteiro

8-6 Joaquim Gonçalves de Oliveira, casado com sua prima, f.ª de 7-3 adiante.

8-7 Benedicta, solteira

7-2 Luiz Antonio Gonçalves, f.º de 6-2, foi 1.º casado com ... f.ª de Antonio José Caetano, e de Maria das Dores, em Tit. Pires Cap. 6.º § 4.º, 2-1; 2.ª. vez casou com f.ª de José Innocencio, de Sorocaba. Teve da 1.ª. uma f.ª: 8-1 ... casada com seu tio o coronel João Baptista Franco.
Da 2.ª. teve 7 f.ºs.. 7-3 Antonio Gonçalves de Oliveira, f.º de 6-2, foi casado com Maria Joaquina Gonçalves f.ª de 6-3.

7-4 Benedicta Maria Gonçalves foi casada com Candido Gonçalves de Oliveira f.º do tenente Manoel Gonçalves de Oliveira. Com geração.

Pág. 529
7-5 José Gonçalves de Oliveira, já , foi casado com sua prima Joaquina Maria Gonçalves f.ª de 6-3. Com geração.

7-6 Bento Gonçalves de Oliveira, com 12 anos.

7-7 Francisco de Assis Gonçalves de Oliveira casou 1.º com Anna f.ª de José Cyrino; 2.ª. vez com sua sobrinha f.ª de 7-4. Com geração.

7-8 Catharina Maria Gonçalves foi casada com Joaquim Gonçalves de Almeida Ramos f.º do tenente Jeremias Alvares de Almeida Ramos e de sua 1.ª. mulher Catharina Gonçalves. Tit. Alvarengas Cap. 4.º § único, 2-8, 3-3, 4-6, 5-4. Com geração ali.

7-9 Joaquim Firmino Gonçalves casado com Francisca f.ª de José Innocencio, de Sorocaba. Com 3 f.ºs..

7-10 Maria do Pilar Franco casada com Joaquim Gonçalves de Oliveira f.º de 6-3.

7-11 Anna Maria Gonçalves, solteira.

6-3 Professor Joaquim Gonçalves de Oliveira, f.º de 5-1, casou com Josepha Maria das Dores. Teve 11 f.ºs.: 7-1 Joaquim Gonçalves de Oliveira que casou com sua prima Maria do Pilar n.º 7-10 de 6-2 retro.

7-2 Doutor João Gonçalves de Oliveira, já , foi casado. Teve 5 f.ºs..

7-3 José Joaquim Gonçalves de Oliveira casado com Gertrudes Theodora f.ª de Antonio José Caetano e de Maria das Dores. Tit. Pires Cap. 6.º § 4.º n.º 2-1.

7-4 Padre Antonio Gonçalves de Oliveira, vigário de Santo Antonio da Cachoeira.

7-5 Maria Joaquina Gonçalves, já , foi casada com Antonio Gonçalves de Oliveira n.º 7-3 de 6-2. Com geração.

Pág. 530
7-6 Joaquina Maria Gonçalves foi casada com José Gonçalves de Oliveira n.º 7-5 de 6-2. Com geração.

7-7 Francisco Gonçalves de Oliveira, sem geração.

7-8 Escholastica, com 12 anos.

7-9 Luiz Gonçalves de Oliveira, escrivão de órfãos de Mogi-mirim em 1900, casado com ... Teve geração.

7-10 Gertrudes Maria Gonçalves casada com José Gonçalves de Oliveira Sobrinho n.º 8-3 de 7-1 de 6-2.

7-11 Bento Gonçalves de Oliveira casado com sua sobrinha f.ª de José Gonçalves de Oliveira e de Gertrudes Maria n.º 7-10 precedente.

5-2 Escholastica Franco de Oliveira, f.ª de 4-7, foi casada com o tenente João Pinto Guedes, viúvo de Ignacia Vieira da Silva, f.º do alferes Martinho Rodrigues Gatto e de Maria Machado Pinto. Com geração em Moraes Cap. 2.º § 5.º n.º 2-1, 3-1, 4-5.

5-3 Anna Eufrosina, f.ª de 4-7, casou com Carlos Paes da Costa, viúvo de Gertrudes Maria de Barros.

5-4 Oristella Franco casou em 1791 em S. Paulo com o alferes Joaquim Antonio de Moraes f.º do capitão Antonio Bueno de Moraes e de Maria Josepha Fernandes. Tit. Dias Cap. 5.º § 6.º. Faleceu Oristella Franco em 1822 na vila de S. Carlos, e teve (C. O. Campinas) 7 f.ºs.:

6-1 Pedro José de Moraes casado em S. Paulo com Maria Joaquina de Camargo f.ª de Melchiór Rodrigues da Costa e de Joaquina Maria de Camargo.

6-2 Maria Josepha Fernandes casada com Miguel Antunes Garcia.

6-3 Francisco Antonio de Moraes, praça de artilharia.

6-4 José Bueno de Moraes

6-5 José Joaquim

6-6 Bartholomeu

Pág. 531
6-7 Ursula Franco de Oliveira, com 25 anos em 1822, solteira. 5-5 Manoel Maria de Oliveira, f.ª de 4-7, casou em 1782 em S. Paulo com o guarda-mór Luiz Alves de Siqueira f.º de Jeronimo Francisco do Couto e de Ignacia Alves de Siqueira. Com geração em Siqueiras Mendonças.

5-6 Jacintha de Oliveira casou em 1791 em S. Paulo com Sebastião Ferreira da Silva f.º do alferes Joaquim Ferreira e de Izabel da Silva. Teve q. d.:

6-1 Ursula Franco casada 1.º com José Pedroso de Oliveira f.º do alferes Francisco Xavier Pedroso, com geração em Tit. Furquins; 2.ª. vez em 1818 em Parnaíba com Candido Rodrigues Fam f.º do ajudante Manoel Rodrigues Fam e de Antonio Felicia de Castro. Em Tit. Godoys Cap. 3.º § 4.º a geração do 2.º.

6-2 Maria do Rosario f.ª de 5-6 retro, casou com Antonio Rodrigues Penteado f.º de ... Teve q. d.:

7-1 Gabriel Ferreira da Silva casado em 1839 em Parnaíba com Cherubina Rosa de Araujo f.ª de Carlos Mariano de Araujo e de Anna Maria de Arruda.
4-8 Capitão Lourenço Franco da Rocha (ou Bueno) f.º de 3-5, casou 1.º com Anna de Oliveira d'Horta f.ª de Ignacio de Oliveira d'Horta e de Theresa Pedroso de Jesus, em Tit. Hortas Cap. 2.º § 3.º n.º 2-1, 3-7, 4-3; foi o 1.º juiz, juntamente com o capitão Antonio Leme da Silva, por ocasião da elevação da freguesia de Jaguari à vila (com o nome de Bragança). Ali faleceu em 1799, estando 2.ª. vez casado com Custodia Antonia de Ornellas f.ª de ... Teve:

Da 1.ª. mulher:

5-1 Eufrasia de Oliveira casada em 1783 com Antonio de Freitas Villalva f.º do capitão Luiz de Freitas Villalva e de Maria do Rosario, natural de Ayuruoca.
Pág. 532
5-2 Theresa Franco foi casada com o capitão Roque de Sousa de Moraes em 1783 na freguesia de Jaguari, f.º de Antonio de Sousa de Moraes e de Rita Cardoso de Oliveira. Com geração em Tit. Freitas Cap. 6.º § 3.º.

5-3 Gertrudes Franco casou com Joaquim de Siqueira Barbosa.

5-4 Escholastica Franco casou em 1785 em Jaguari com Antonio Alvares de Oliveira f.º de João Cardoso de Oliveira e de Anna de Sousa de Moraes. Tit. Freitas.

5-5 Lourenço Franco de Oliveira casado em 1795 na freguesia de Jaguari com Manoela Maria Bueno f.ª de Lourenço Rodrigues de Siqueira e de Rosa Bueno de Oliveira. Tit. Pires Cap. 6.º § 4.º, 2-1, 3-1, 4-5, 5-6, 6-2. Teve q. d.:

6-1 Anna Bueno de Oliveira casada em 1810 em Bragança com José Joaquim Leme da Silva, o fundador de Pirassununga, natural de Bragança, f.º do sargento-mór Antonio Leme da Silva e da 1.ª. mulher Anna Esmeria. Com geração em Tit. Dias Cap. 5.º § 2.º n.º 2-4, 3-1.

6-2 Maximiana Maria de Oliveira casada em 1812 em Bragança com Joaquim Pedroso de Moraes f.º de José Pedroso de Moraes e de Anna Leme da Silva. Tit. Moraes Cap. 1.º § 2.º.

6-3 Pedro Franco, batizado em 1801 em Bragança.

6-4 José, batizado em 1801 em Bragança.

6-5 Rita, batizada em Bragança.

5-6 Anna Franco de Oliveira, f.ª de 4-8, casou em 1793 na freguesia de Jaguari (Bragança) com Christovão Xavier do Prado, natural de Parnaíba, f.º de Francisco Xavier de Assumpção e de Gertrudes Peregrina do Prado. Tit. Prados Cap. 4.º § 1.º, 2-6, 3-1, 4-2. Teve q. d.: 6-1 Antonio Xavier de Oliveira que casou 1.º em 1828 na vila de Bragança com (pág. 533) Anna Joaquina de Oliveira f.ª do sargento João Leme da Silva e de sua 2.ª. mulher Escholastica Maria de Oliveira, em Tit. Dias Cap. 5.º § 2.º, 2-4, 3-1, 4-8; 2.ª. vez casou em 1831 no Amparo com Maria Gertrudes f.ª de Modesto Antonio, em Tit. Godoys Cap. 1.º § 8.º, 2-3, 3-1; 3.ª. vez casou em 1833 no Amparo com Lina Franco do Nascimento, em Tit. Dias; 4.ª. vez casou em 1856 no Amparo com Elisa Carolina Sodré f.ª de José Henrique Sodré e de Delphina Maria de Mello. Tit. Lemes Cap. 5.º § 5.º.
Pág. 533
6-2 João Xavier de Oliveira, batizado em 1801 em Bragança, foi morador no Amparo onde casou 1.º com Maria Jacintha da Silveira f.ª de Francisco da Silveira Franco e da 1.ª. mulher Anna Gertrudes de Campos; 2.ª. vez casou com ... Teve 23 f.ºs das 2 mulheres, dos quais descobrimos, da 1.ª.: 7-1 Ludovino Xavier da Silveira, fazendeiro em Itapira, casado com Anna Jacintha, viúva de João Baptista Pinto, f.ª do tenente-coronel Jacintho José Ferraz da Silveira e de Rosa Maria de Campos. Teve 2 f.ºs.: 8-1 Emiliano da Silveira Cintra casado com Christina f.ª do major José Jacintho da Silva Cintra. Tit. Lemes Cap. 5.º § 5.º, 2-7.

8-2 Maria, solteira

7-2 Paulino Xavier de Oliveira casado em 1858 no Amparo com Cherubina de Sousa Mello f.ª do capitão Antonio de Sousa Mello e de Carolina Leopoldina Aranha, à pág. 376 deste.

7-3 e outros.

6-3 Emerenciana de Oliveira casou com Pedro Lourenço Leme f.º do sargento João Leme da Silva e 2.ª. mulher Escholastica Maria. Com geração em Dias Cap. 5.º § 2.º, 2-4, 3-1, 4-8.
Pág. 534
6-4 Maria Xavier de Oliveira casou com Antonio Joaquim Leme f.º do sargento João Leme da Silva e da 1.ª. mulher Ricarda Maria.

6-5 Esmeria Xavier de Oliveira, que casou em 1814 em Mogi-mirim com Antonio Pereira de Andrade f.º de outro de igual nome e de Maria de Godoy Bueno.

6-6 (na duvida) Christovam Xavier de Oliveira casado duas vezes no Amparo.

Da 2.ª. mulher teve o capitão Lourenço a f.ª única: 5-7 Maria com 9 meses de idade em 1799.
3-6 Diogo Bueno de Camargo, f.º de 2-2, casou com Maria de Moraes de Aguiar f.ª de Manoel Pedroso de Moraes Castro, em 1730, e de Catharina de Siqueira. Tit. Moraes Cap. 3.º § 1.º, 2-5, 3-1. Teve q. d.: 4-1 Bartholomeu da Rocha Pimentel casado em 1790 na Conceição dos Guarulhos com Gertrudes Maria da Annunciação f.ª de Bento Corrêa de Moraes e de Anna Maria Rodrigues. Tit. Martins Bonilhas Cap. 2.º § 2.º, 2-2, 3-7, 4-5.

4-2 Catharina Bueno de Moraes

4-3 Capitão Francisco Rodrigues Bueno de Aguiar casado em 1789 em Nazareth com Maria Rosa da Assumpção, em 1796, f.ª de José de Moraes Franco, natural de Lisboa, e de Helena Rodrigues Bueno. Tit. Rodrigues Lopes Cap. 2.º § 5.º n.º 2-1, 3-4. Teve 3 f.ºs.:

5-1 Capitão Francisco Rodrigues Bueno de Aguiar casado em Atibaia com Maria Cardoso de Campos f.ª do último capitão-mór Lucas de Siqueira Franco e de Anna Gabriella de Campos e Vasconcellos. Com geração em Pires Cap. 7.º § 3.º n.º 2-1, 3-4.

5-2 José

5-3 Maria Rosa da Assumpção casada em 1811 em Atibaia com o ajudante Lucas José Leme f.º do guarda-mór Lourenço Leme de Brito e de Maria Gertrudes Franco. Tit. Pires Cap. 7.º § 3.º.

Pág. 535
4-4 Ignacia, f.ª de 3-6, batizada em 1745 em Atibaia.

4-5 Victor, f.º de 3-6, batizado em 1747 em Atibaia.

3-7 Sargento-mór Pedro da Rocha Pimentel, f.º do capitão Bartholomeu n.º 2-2, faleceu com testamento em 1763 em S. Paulo, e foi casado com Anna Maria de Camargo f.ª de Estevão Ortiz de Camargo e de Maria Cardoso. Esteve em Goiás em 1751. Tit. Furquins. Teve q. d.: 4-1 Maria Franco Pimentel, em 1806, casou em 1762 em S. Paulo com o alferes José Rodrigues Gatto f.º do alferes Martinho Rodrigues Gatto e de Maria Machado Pinto. Tit. Moraes Cap. 2.º § 5.º, 2-1, 3-1, 4-5, 5-4. Sem geração.

4-2 Ursula Franco da Rocha, em 1810, casou em 1762 em S. Paulo com o alferes Bento Paes de Moraes, irmão de José Rodrigues Gatto do n.º precedente. Tit. Moraes Cap. 2.º § 5.º. Teve 4 f.ºs.:

5-1 Anna Maria de Moraes, em 1838, foi casada com o capitão João Gonçalves de Oliveira. Sem geração.

5-2 Maria Franco de Moraes casou em 1792 em S. Paulo com o alferes João Simões Vieira f.º de Raphael Simões Vieira e de Emerenciana Rodrigues. Tit. Cunhas Gagos Cap. 4.º § 1.º. Teve:

6-1 Anna Joaquina de Oliveira casada com seu parente Francisco Xavier Bueno, viúvo de Gertrudes Blanco Machado, f.º do capitão Francisco Bueno da Rocha n.º 3-5 da pág. 524 deste.

6-2 Francisco Antonio de Oliveira Simões casado com Gertrudes Maria de Oliveira.

6-3 Luiz Antonio de Oliveira

6-4 Manoel Joaquim de Oliveira

5-3 Bento Franco de Moraes casou com Anna Joaquina de Oliveira f.ª de Raphael Simões Vieira supra. Teve 5 f.ºs.: 6-1 Maria casada com Feliciano Cavalheiro. Teve: 7-1 Capitão Jesuino Franco de Oliveira casado com Joaquina ... Com geração.

7-2 Maria, já , foi freira

Pág. 536
7-3 Francisca, solteira com 18 anos

7-4 Laura, solteira

6-2 Anna, solteira

6-3 Escholastica, solteira

6-4 Joaquina, viva em 1901, solteira.

6-5 Gertrudes Maria do Carmos, viva em 1901, solteira.

5-4 Francisco Paes de Moraes, em 1805, foi casado com Theresa Jacintha de Brito f.ª de Antonio Franco de Brito e de Anna Maria de Jesus. Teve f.ª única: 6-1 Anna
4-3 Estevão Franco da Rocha casou em 1762 em S. Paulo com Anna Maria da Assumpção, em 1808, f.ª de José Elias Moreira e de Apollonia Rodrigues. Tit. Rodrigues Lopes. Teve f.ª única: 5-1 Josepha Maria Franco, já em 1808, que foi casada com o tenente Custodio de Barros Rego. Teve 2 f.ºs.: 6-1 Joaquim

6-2 Maria

4-4 Padre João Franco da Rocha, f.º de 3-7.

4-5 Messia Franco, já em 1776, casou em 1767 em S. Paulo com Francisco Bueno de Moraes f.º do alferes Martinho Rodrigues Gatto. Com f.ª única em Tit. Moraes Cap. 2.º § 5.º.

4-6 Anna da Rocha foi casada com José Soares f.º de ... Teve q. d.:

5-1 Pedro da Rocha Pimentel casado em 1793 em S. Paulo com Quiteria Rodrigues, natural de Curitiba, f.ª de Miguel da Cunha de Andrade e de Juliana Ferreira. 4-7 Maria das Neves era solteira em 1764.

4-8 Bernarda Franco da Rocha solteira com testamento em 1764 em S. Paulo.

3-8 João Franco da Rocha, f.º do capitão Bartholomeu n.º 2-2, faleceu em 1759 e foi casado com Maria de Frias Taveira f.ª de João de Frias Taveira, natural de Itu, e de Catharina de Godoy. Tit. Godoys Cap. 1.º § 8.º. Maria de Frias era viúva de José Leme do Prado, quando casou com João Franco n.º 3-8. Teve dois f.ºs. legítimos:
Pág. 537
4-1 Capitão Francisco Franco da Rocha

4-2 Anna Franco Bueno

e duas f.ªs. naturais que são:

4-3 Catharina

4-4 Escholastica
 
 

4-1 Capitão Francisco Franco da Rocha, f.º legitimo de 3-8, natural de Itu, foi morador em Piracicaba no principio do século 19.º onde prestou relevantes serviços no governo dessa nascente povoação. Casou 1.º em 1775 em Itu com Rosa Soares da Silva, inventariada em 1796 em Itu, f.ª de João Soares de Siqueira e de Anna Moreira. Tit. Dultras Machados; 2.ª. vez casou em 1799 em Itu com Maria de Arruda Cesar f.ª de Bento Leme Cesar e de Antonia de Arruda Gurgel. Tit. Chassins. Teve:

Da 1.ª. 7 f.ºs.:

5-1 Eufrasio José da Rocha, inventariado em 1816 em Porto Feliz, foi 1.º casado em 1795 em Itu com Maria Francisca de Almeida f.ª de Vicente Coelho, de Minas Gerais, e de Angela Joaquina de Almeida; 2.ª. vez em 1812 em Porto Feliz com Anna Joaquina f.ª do alferes Joaquim da Silva e de Leonor Cardoso, por esta, neta de Manoel Portes Machado, por este, bisneto de João Portes de Almeida e de Gertrudes Machado de Lima. Teve pelo inventário em Porto Feliz:

Da 1.ª. mulher:

6-1 Maria casada com José Lauriano

6-2 Luciana casada com José Franco

6-3 Anna

Da 2.ª. mulher, 2 f.ºs.: 6-4 Daniel, com 3 anos em 1816

6-5 Maria

5-2 João Franco da Rocha, f.º de 4-1

5-3 Maria

5-4 José

5-5 Francisco

5-6 Antonio

5-7 Luiz Gonzaga casado em 1815 em Itu com Maria Theresa f.ª de José Luiz e de Gertrudes de Godoy Rodrigues.

Pág. 538
Da 2.ª. mulher teve o n.º 4-1 os 8 f.ºs. que são: 5-8 Antonio Franco do Amaral casado em 1822 em Piracicaba com Francisca de Camargo Penteado, viúva do tenente Felix Antonio do Prado, f.ª do capitão José de Camargo Penteado e de Anna Joaquina de Arruda. Neste à pág. 255. Teve 10 f.ºs. (por informações): 6-1 Anna casada com João Feliciano do Amaral f.º de Bento Leme e de Anna Eufrosina. Tit. Godoys Cap. 4.º § 3.º, 2-2, 3-1, 4-9, 5-4. Sem geração.

6-2 Maria casada com Joaquim Ferraz de Camargo f.º de ... Teve 7 f.ºs.:

7-1 Antonio Augusto Ferraz de Camargo foi casado com Deolinda, já , f.ª de Candido José da Silva Serra e de Maria Eleuteria de Campos, neste à pág. 269.

7-2 Francisca casada com João Alves Aranha, morador no Descalvado.

7-3 João casado e morador em Mocóca.

7-4 Joaquim, solteiro.

7-5 Maria

7-6 Alfredo casado com ... f.ª de Antonio Rodrigues Leite, que foi coletor em Pirassununga.

7-7 José casado e morador em Mocóca.

6-3 Antonio Franco de Arruda, fazendeiro com culturas de café, casado com Guilhermina Franco de Moraes f.ª de João Franco de Moraes Octavio. Tem: 7-1 Luiz Franco do Amaral casado com Gertrudes Ferraz Franco f.ª de Antonio Barbosa Ferraz, de Piracicaba, e de Ambrosina Ferraz. Tit. Hortas Cap. 2.º § 5.º, 2-4, 3-4, 4-2.

7-2 Carolina casada com o dr. Candido Augusto Rodrigues.

7-3 Theonesta casada com José Henrique Ferraz.

7-4 Antonio Franco do Amaral

7-5 Flosculo Franco

7-6 Olympia Franco

7-7 Albina Franco casada com Jovino Pires (pág. 539) de Campos f.º do coronel Bento Pires de Campos. Tit. Moraes Cap. 2.º § 5.º, 2-1, 3-5, 4-3, 5-2, 6-1.

Pág. 539
7-8 Annaniza Franco

7-9 Decio Franco do Amaral

7-10 Fernando Franco do Amaral

7-11 João Franco do Amaral

6-4 Jeronimo Franco de Arruda casado com Balbina Soares de Arruda f.ª de Jesuino José Soares de Arruda e de Maria de Arruda. É morador em S. Carlos do Pinhal e tem: 7-1 Antonio Franco, farmacêutico, casado com Maria f.ª do dr. Fernando Leite Ribeiro de Faria.

7-2 Francisca

7-3 Maria foi casada com José Rodrigues Leite f.º de Antonio Rodrigues Leite.

6-5 Manoel Franco do Amaral, morador em Porto Ferreira, foi casado com Maria Alves de Sousa Aranha f.ª de João José Alves Aranha e de Ursula ... Tem 8 f.ºs.: 7-1 Francisca casada com Domingos Marinho de Azevedo

7-2 Paulo Franco do Amaral

7-3 Virginia casada em 1899 com Fausto Alves Cardoso.

7-4 Laura

7-5 Antonina

7-6 Octavio

7-7 Anna

7-8 Manoel Franco

6-6 José Franco de Arruda, solteiro.

6-7 Justina do Amaral franco casada com José Rodrigues Cesar, em Botucatu, f.º de Joaquim Rodrigues Cesar e de Rosa Balbina de Barros. Com geração em Prados Cap. 1.º § 5.º 2-3, 3-1, 4-1, 5-4, 6-3.

6-8 Gertrudes do Amaral Franco foi 1.º casada com José Luiz Gonzaga e 2.ª. vez com Manoel da Silveira Franco, natural do Amparo, no Jaú, onde teve sua fazenda de cultura de café, f.º de Francisco da Silveira Franco e de Anna Gertrudes de Campos. Teve:

Pág. 540
Do 1.º marido: 7-1 Maria

7-2 Belizario

7-3 Leovegildo

7-4 Alvaro

Do 2.º a f.ª: 7-5 Gertrudes casada em Piracicaba. 6-9 Izabel, f.ª de 5-8, casou com Rodrigo Dias Ferraz Aranha, residente em Botucatu, f.º de Manoel Dias de Quadros Aranha. Teve: 7-1 Maria casada com Joaquim ... morador em Botucatu

7-2 Rodrigo solteiro.

7-3 Olympio casado com Maria f.ª de João José Alves Aranha.

7-4 João Rodrigues de Sousa Aranha casado com Amelia Rosa de Oliveira f.ª de João Aguiar de Barros e de Amelia Lopes de Oliveira. Tit. Penteados. Com geração.

7-5 Francisca casada com Caetano Caldeira, morador em Botucatu

7-6 Corina, solteira.

6-10 Antonia casada com Bernardo Dias de Quadros f.º de Manoel Dias do n.º 6-9. Teve: 7-1 Antonio

7-2 José

7-3 Luiz

7-4 João

7-5 Francisca viúva de Antonio Aguirre.

7-6 Anna

5-9 Francisco Franco de Arruda, f.º de 4-1 e 2.ª. mulher, faleceu solteiro. Deixou f.ºs. naturais João e Sebastião.

5-10 Maria Franco do Amaral, f.ª de 4-1, foi casada com José Alves de Castro f.º de Xisto de Quadros Aranha e de Manoela Angelica de Castro (esta viúva do capitão Joaquim do Amaral Gurgel) em Tit. Campos Cap. 11.º § 4.º. Teve:

6-1 Antonio de Castro

6-2 Rita casada com Joaquim de Moraes Sarmento, natural de Portugal.

Pág. 541
6-3 Anna, já , foi casada com Joaquim Maria de Oliveira.

6-4 Joanna Baptista do Amaral foi casada com o capitão Francisco José de Andrade e Silva, de Itu. Teve:

7-1 Dr. em medicina João Baptista de Castro Andrade, que foi deputado provincial no biênio de 1881-1883, e foi casado com Etelvina Dias de Assumpção f.ª do dr. Luiz Antonio de Assumpção e de Izabel Emygdia Dias de Aguiar. Tit. Pedroso Barros. Faleceu num desastre na estrada de ferro sorocabana. Deixou geração.

7-2 Maria do Amaral Andrade que casou com Bento Paes de Barros f.º do tenente Fernando Paes de Barros e de Maria Jorge de Almeida Barros. Com geração em Penteados Cap. 4.º § 2.º, 2-5, 3-1, 4-9.

7-3 Clementina casada com Elias Antonio Pereira Mendes f.º do coronel Francisco Pereira Mendes e de Anna Eufrosina. Neste à pág. 211. Com geração.

7-4 Francisco de Castro Andrade, já , foi fazendeiro no Amparo, casado com ... f.ª (de João de Sousa S. Paio) irmão de Antão de Paula Sousa.

7-5 Carlos de Castro Andrade, engenheiro civil, foi casado e deixou f.ºs. em Minas Gerais; faleceu num desastre na estrada de ferro no Rio do Ouro.

6-5 Maria do Carmo, f.ª de 5-2.
5-11 Carlota, f.ª de 4-1 e 2.ª. mulher, foi casada com Garcia Rodrigues Bueno f.º de ... Teve: 6-1 Francisco Rodrigues

6-2 Joaquim Rodrigues do Amaral, morador em Piracicaba.

5-12 Maria, f.ª de 4-1, foi casada com Francisco José Machado f.º de ... Teve:

6-1 Henrique Urias Machado casado

6-2 Francisco José Machado casado

6-3 Antonio José Machado casado

Pág. 542
6-4 Elias Machado, solteiro.

6-5 Anna casada com José Vieira Guimarães, natural de Portugal.

6-6 Maria casada

6-7 Antonia casada

5-13 Maria do Monte Amaral, f.ª de 4-1, foi casada com Felix de Barros Leite f.º de Felix de Almeida Leite e de Anna Mathilde de Barros. Com geração em Arrudas Cap. 2.º § 3.º, 2-3, 3-1.

5-14 Anna Franco casada em 1815 em Piracicaba com José Ferraz de Campos f.º de Pedro Ferraz Pacheco e de Gertrudes Maria Barbosa, sua 2.ª. mulher. Com 11 f.ºs. em Arrudas Cap. 1.º § 4.º, 2-6.

5-15 Gertrudes de Arruda Amaral, última f.ª de 4-1, casou 1.º com Bento de Camargo Barros f.º de Reducindo de Camargo Penteado e de Antonia Gonçalves de Arruda Oliveira, neste à pág. 262; 2.ª. vez com seu primo Fernando Lopes de Camargo f.º de Balduino de Mello Castanho e de Antonia de Padua do Amaral. Tit. Taques Cap. 3.º § 1.º n.º 2-2, 3-1. Com geração.

4-2 Anna Franco Bueno, f.ª de 3-8, casou em 1790 em Itu com o capitão Luiz de Araujo Filgueira, natural de Cuiabá, f.º de Luiz de Araujo Coura, natural de Coura, arcebispado de Braga, e de Luzia Pedroso, de Araritaguaba.
3-9 Bartholomeu da Rocha Pimentel, f.º do capitão do mesmo nome n.º 2-2, em 1751 era viúvo de Vicencia de Camargo. Teve q. d.: 4-1 João da Rocha casado em 1759 em Atibaia com Maria Barbosa, viúva de João Dias Felix, f.ª natural de José Barbosa Pires. 3-10 Marianna Bueno da Rocha Pimentel, f.ª de 2-2, casou em 1716 em Atibaia com o coronel Balthazar da Cunha Bueno f.º do capitão Amador Bueno da Veiga. Tit. Prados Cap. 5.º § 1.º, 2-3, 3-1. Foram morar em Goiás onde deixaram 8 f.ªs. e 2 f.ºs., entre os quais descobrimos: 4-1 Bartholomeu da Cunha Bueno 3-11 Maria da Rocha, última f.ª de 2-2, era solteira em 1751 com 28 anos.
Pág. 543

2-3 Capitão Jeronimo da Rocha Pimentel, f.º do § 1.º, foi casado com Joanna de Lima do Prado f.ª de João de Lima do Prado e de Maria de Siqueira de Camargo. Tit. Prados Cap. 4.º § 1.º n.º 2-2, 3-4. Faleceu Jeronimo da Rocha em 1714 e teve (C. O. S. Paulo) os 8 f.ºs.:

3-1 Pedro da Rocha do Prado, solteiro com 60 anos em 1766 em Atibaia.

3-2 Jeronimo do Prado Pimentel, solteiro com 72 anos em 1772 em Atibaia.

3-3 Rosa da Rocha, com 80 anos em 1784 em Atibaia, ali casou com Balthazar de Godoy Moreira f.º de Balthazar de Godoy Mendonça e de Francisca Cordeiro. Com geração em Godoys Cap. 1.º § 8.º.

3-4 Messia de Lima casou em 1747 em Atibaia com Domingos de Sousa Pereira f.º de Francisco de Sousa Pereira e de Izabel de Sousa Brandão. Tit. Macies Cap. 1.º § 1.º.

3-5 Anna de Lima, casou em 1720 com seu parente Marcellino de Almeida Camargo f.º do capitão-mór Miguel de Almeida Prado e de Maria de Camargo. Com geração em Cunhas Gagos Cap. 4.º § 1.º n.º 2-4, 3-8, 4-3.

3-6 Leonor Domingues de Camargo casou com Francisco Pinheiro Gracez f.º de Marcellino Ribeiro Cardoso e de Izabel Gracez Moreira. Tit. Godoys Cap. 4.º § 1.º n.º 2-6, 3-4. Com geração.

3-7 Vicente da Rocha Pimentel, com testamento em 1761, foi casado com Joanna Barbosa Maciel f.ª de ... Sem geração.

3-8 Maria da Rocha Pimentel, última f.ª de 2-3, foi casada com Sebastião Machado de Lima f.º de outro e de Catharina de Almeida. Com geração em Cunhas Gagos Cap. 4.º § 1.º, 2-4, 3-4, para onde deve passar a geração descrita neste V. à pág. 56. Vide errata no fim deste V.

2-4 João da Rocha Pimentel, f.º do § 1.º, faleceu em 1726 em Parnaíba, onde casou em 1692 com Maria Bueno Calhamares f.ª de Manoel Peres Calhamares e de Francisca Cardoso, neste à pág. 505. Teve (C. O. S. Paulo) os 6 f.ºs.: 3-1 Francisca da Rocha Bueno que casou com João de Lima do Prado f.º de Antonio de Lima do Prado (pág. 544) e de Maria Antunes. Com geração em Prados Cap. 4.º § 1.º n.º 2-2, 3-1, 4-1.
Pág. 544
3-2 Leonor da Rocha que casou com Pedro de Camargo Pimentel f.º do alcaide-mór José de Camargo Pimentel e de Anna de Lima do Prado. Com geração à pág. 324 deste.

3-3 Apollonia da Rocha casou com Balthazar de Godoy de Camargo f.º de Fernando de Godoy Moreira e de Anna Maria de Camargo. Tit. Godoys Cap. 2.º § 10.o. n.º 2-1, 3-4.

3-4 Maria Bueno da Rocha que casou com Antonio de Camargo Ortiz f.º de Lucas de Camargo Ortiz e de Maria de Pontes Pires. Com geração à pág. 311 deste.

3-5 João Amaro da Rocha que casou com Custodia Ribeiro f.ª de José Ribeiro de Lima e de Custodia Garcia. Teve q. d.:

4-1 Maria Bueno da Rocha que foi casada em 1765 em Atibaia com Antonio Leme do Prado f.º de Salvador Cordeiro do Amaral e de Maria Leme do Prado. Com geração em Cordeiros Paivas Cap. 1.º § 1.º n.º 2-10, 3-1, 4-1. 3-6 Maria
2-5 Pedro f.º do § 1.º, faleceu sem geração

2-6 João f.º do § 1.º, faleceu sem geração

2-7 Vicente f.º do § 1.º, faleceu sem geração

2-8 Maria de Ribeira, f.ª do § 1.º, foi casada com Antonio Bicudo Camacho f.º de ... Teve q. d.:

3-1 Leonor Domingues de Camargo, em 1749 em Jacarei, foi casada com Manoel de Siqueira Affonso, em 1726 nessa mesma vila. Teve (C. O. S. Paulo): 4-1 João de Siqueira Affonso

4-2 Antonio Pinto de Siqueira

4-3 Luzia da Veiga em 1726 era viúva de Sebastião Bicudo Garcia. Teve q. d.:

5-1 Ignacio Bicudo Garcia casado com Rosa Pires de Moraes f.ª de Manoel do Prado de Moraes, e teve: 6-1 Francisco de Salles e Moraes casado em 1780 em Nazareth com Joanna Ribeiro do Silva f.ª de Amador Ribeiro de Alvarenga e de Josepha da Silva. Tit. Alvarengas Cap. 5.º § 1.º, 2-6, 3-2, 4-4, 5-1.
Pág. 545
3-2 Maria da Rocha Pimentel casada com Diogo Babosa do Rego f.º de João Martins Bonilha. Com geração em Bonilhas Cap. 2.º § 2.º, 2-1, 3-1. 2-9 Anna Maria, f.ª do § 1.º, foi casada com João Amaro.

2-10 Messia Ferreira da Rocha, última f.ª do § 1.º, foi casada com o coronel Domingos de Amores de Almeida. Com geração em Siqueiras Mendonças Cap. 7.º § 1.º 2-6.

§ 2.º

1-2 Messia Ferreira Pimentel de Tavora, f.ª do Cap. 5.º, casou com o capitão Marcellino de Camargo f.º de Jusepe de Camargo e de Leonor Domingues. Com geração à pág. 321.

Cap. 6.º

Messia de Ribeira, f.ª do sevilhano, foi casada com o capitão Domingos Garcia, de quem era viúva em 1668.

Cap. 7.º e último

Izabel de Ribeira foi casada 1.º com Manoel Fernandes Sardinha, em 1633, f.º de Gregorio Fernandes e de Beatriz Gonçalves; 2.ª. vez casou em 1637 em S. Paulo com o capitão Francisco de Camargo f.º de Jusepe de Camargo e de Leonor Domingues. Sem geração deste 2.º marido, porém teve do 1.º um f.º:

1-1 Manoel

Anterior - Página Inicial